Home

A Guerra das Pesquisas: indefinição sobre resultado no Pará

Publicado por Reinaldo Araújo em 27/10/2018 às 15h10

Resultados diferentes das pesquisas colocam eleitores sem rumo, sem saber ao certo qual a pesquisa reflete a realidade no processo eleitoral no Estado

F1

Após os advogados de Hélder Barbalho tentarem impedir a divulgação da pesquisa do Instituto Doxa, onde travaram uma batalha de ações contra os advogados do candidato Márcio Miranda, a  juíza Lucianna Daibes, liberou a pesquisa no decorrer da noite de ontem (26).

Na pesquisa do Instituto Doxa, Márcio Miranda desponta com 51,9% e Barbalho, 48,1%. A pesquisa foi encomendada pelo jornal "A Província do Pará" e pela Gravasom, do empresário Carlos Santos, sendo registrada no TRE do Pará  sob nº 03131/2018, foi realizada no período de 24 a 26 de outubro, com 1.896 eleitores entrevistados nas seis mesorregiões do Estado, a margem de erro estimada de 2,25% para mais ou para menos.

F2

Por outro lado, em levantamento realizado pela Real Time Big Data, onde foram ouvidos 1.500 pessoas no dia 25, com 3 pontos percentuais de margem de erros para mais ou para menos, registrada no Tribunal Eleitoral com os números 05541/2018, coloca Hélder Barbalho com 59% dos votos válidos e Márcio Miranda com 41%.

F2

Para completar, deverá ser divulgada nas próximas horas o levantamento do Instituto Brasileiro de Opinião e Pesquisa (Ibope), que deverá ser a “diferença” em meio a tantas pesquisas que não chegam a apontar nenhuma definição. Quem esperava um empate técnico, não aconteceu.

O que se pode entender é que a cultura do brasileiro por pesquisas e as metodologias aplicadas por essas, sem nenhum padrão, devem ser revistas. No caso de Hélder as pesquisas só fizeram atrapalhar até agora, Enquanto isso o eleitor paraense fica sem uma definição.

Comentários (0)

Para Hélder pesquisas atrapalham mais que ajudam

Publicado por Reinaldo Araújo em 24/10/2018 às 11h39

Desde o final do 1º Turno três rodadas de pesquisas de intenção de votos para os candidatos ao governo do Estado estão me deixando aflito.

CA

Parece que tudo leva ao mesmo resultado de pesquisas que aconteceram no 2º Turno das eleições para o governo em 2014.

No final do 1º Turno Hélder Barbalho teve 47,69% e Márcio Miranda 30,21%, certo?

O Ibope, no dia 18/10/2018, publicou a sua primeira pesquisa de  intenção de votos no 2º Turno, que deixava Hélder Barbalho com 58% a 42% dos votos válidos. Por sua vez, em 21/10/2018, o Instituto Doxa divulgou a sua pesquisa onde a estimulada colocava Hélder com 45,9% e Márcio Miranda com 40,4%, que em nossa conta no votos validos, seria de 53,2% para Hélder, contra 46,8% de Márcio Miranda, o que seria uma reprodução dos números do Ibope, considerando a margem de erro, ou seja Hélder ainda tem “lastro para “queimar” até o dia 28/10/2018.

Por outro lado, a afobação leva ao produto sem qualidade. Eu acredito que o resultado da última pesquisa Real Big Data seja o pior resultado para Hélder, porque? Simples, os 60% contra 40% só fazem complicar o “já ganhou” que se ouve entre a militância, isso cria “salto alto” e os conflitos.

Não é a toa que a própria matriarca dos Barbalhos, dona Elcione, veio em pedidos angustiados em grupo do Whatsapp, para se “...focar para ajudar Hélder ser governador...”,  e avisando delicadamente que“...vocês não tem noção de como as coisas podem mudar...”

Ainda sobre as pesquisas, eu e minha colega de trabalho e publicitária, Danielle Farias, que teve a ideia, fizemos um levantamento de campo e descobrimos dados legais, de 2014, no 2º Turno da eleição para governador do Estado, olha só: em pesquisa de intenção de votos do Datafolha, de 13/09/2014, Hélder Barbalho tinha 40% e Jatene 42%; em 04/10/2014, o Ibope divulga que Hélder já tinha virado: 43% a 40% de Jatene; em 18/04/2014, Hélder tinha 52% a 48%; e no dia 25/10/2014, véspera da eleição, o Ibope dá empate técnico, 50% para cada lado.

Quadro das pesquisas de 2º Turno para governador em 2014

Instituto

Data

Helder

Simão

B/N

NS/NR

Registro

Ibope

25/10

50%**

50%**

--

--

PA-00054/2014

Ibope

18/10

52%**

48%**

--

--

PA-00052/2014

Ibope

04/10

43%*

40%*

4%

12%

PA-00043/2014

Datafolha

13/09

40%*

42%*

5%

13%

PA-00026/2014

*Intenções de voto totais / **Intenções de Votos Válidos

O fim dessa história foi o mais triste possível para os Barbalhos, por isso eu sempre digo quem não é político tem tudo a perder, principalmente nós, jornalistas, blogueiros, cientistas políticos, que vivemos de credibilidade e fazer o que o Ibope fez em 2014 foi falta de ética purinha.

Então gente não vamos fazer o nosso trabalho

Comentários (0)

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||