Home

Chegando a 2020: O jogo está aberto em Belém

Publicado por Reinaldo Araújo em 05/06/2019 às 17h43

Segundo o doutor em Ciência Política, Edir Veiga, na sua rede social em 03 de junho, a disputa para as eleições municipais em Belém está em aberto. Segundo o cientista político, todos poderão ter oportunidades para chegar ao 2º turno. Entenda a leitura do Dr. Edir Veiga: 

BELÉM1

 

Para Veiga, “a sucessão eleitoral em Belém apresenta algumas tendências” de reflexão:

 

Na tabuleiro do xadrez, Zenaldo Coutinho, do PSDB, mesmo com “baixo apoio popular tem máquina de governo e pode ajudar um candidato governista a ser competitivo em um contexto de disputa fragmentada”.

 

Já o Psol, único partido com organização partidária baseada numa militância aguerrida, seu candidato natural, Edmilson Rodrigues “chega novamente forte em 2020 e poderá não ter veto político do governo do estado”.

 

Úrsula Vidal (sem partido), segundo Edir Veiga, “deve ter um desempenho eleitoral muito bom e é candidata ao segundo turno”.

 

Nesse meio aparece o nome do radialista Jefferson Lima, que teria avisado Edir que disputaria a prefeitura em Belém, “e não entra na disputa com menos de 10%”.

 

Novato no páreo, Jarbas Vasconcelos, do PV, “mais conhecido (que Jefferson Lima), poderá ser uma novidade nesta disputa, mas creio que por falta de estrutura partidária ainda é uma incógnita para esta disputa vindoura”.

 

Orlando Reis, que aparece pela beirada “deve ser candidato e sonha em ter apoio do governador. Creio que tem baixo poder competitivo”.

 

Já Mauro Freitas, segundo Veiga, “sonha em alcançar 15 pontos com o apoio da máquina municipal e chegar ao segundo turno”.

 

A novidade que vem sendo discutida intensamente nos corredores de Belém é a sinalização de   Lúcio Vale em ser candidato. “Apesar de ser pouco conhecido em Belém, acredita ser capaz de costurar uma ampla coligação com poder de potencializar sua capacidade de disputa”.

 

Para Veiga, todas as possibilidades estão em aberto, mas por esse canal ainda vão passar muita água. Vamos acompanhar todos esses passos rumo às eleições municipais em todo o Pará.

ed2

 

Comentários (0)

Fim da reeleição pode interromper planos de Helder Barbalho

Publicado por Reinaldo Araújo em 18/05/2019 às 14h53

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 376, de 2009, apresentada em 17/06/2009, de autoria do deputado federal Ernandes Amorim (PTB-RO), estabelece a coincidência geral dos pleitos para todos os mandatos eletivos, aumenta de 8 para 10 anos o mandato de Senador, estabelece o mandato de 5 anos para todos os cargos eletivos e põe fim ao instituto da reeleição para os cargos do Poder Executivo

MAC3

Foto: Agência Brasil

Essa PEC entrou em pauta na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), no dia 06 de maio de 2019, na qual o relator, Dep. Valtemir Pereira (MDB-MT), deu em seu relatório à admissibilidade da matéria, que deve ir a plenário e votada a todo o vapor.

Porém, essa PEC, da forma que foi aprovada na CCJC, cria um problema sério aos projetos políticos de muitas oligarquias e para grupos políticos regionais, quando prevê a coincidência das eleições para todos os mandatos eletivos e acaba com a reeleição para os cargos executivos.

Que presente de aniversário governador Helder?

No Pará, o Clã Barbalho deve estar dando pulos, mas não de felicidade, logo no dia 18 de maio, quando o governador Helder Barbalho comemora 40 anos. Essa informação não foi o melhor presente que o governador do Estado recebeu, com certeza.

O governador Helder deve ter como planos no mínimo a sua reeleição em 2022, para o governo do Estado, e em 2026, poder assumir o legado da cadeira de senador da República após a aposentadoria de seu pai, Jader Barbalho, que hoje ocupa a vaga por 8 anos, tempo cronometrado para Helder desenvolver o resgate da Família Barbalho no Pará.

 

 

Comentários (0)

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||