A APAT quer resgatar a cidadania animal

Publicado por Reinaldo Araujo em 05/07/2016 às 09h19

Os bichos merecem respeito à vida, à atenção e o direito ao bem-estar

APAT 2

A Associação Protetora de Animais de Tailândia (APAT) é uma sociedade civil, não governamental, de direito privado, de caráter socioambiental, sem fins lucrativos, e muitos podem até pensar que é mais uma ONG de “moda”, mas não é.

Na atualidade, com a “onda ambiental”, muito se fala em sociedade protetora dos animais, em que a preocupação com os maus-tratos sofridos por pets é cada vez mais constante. Buscando aprovar legislações específicas e conscientizar a população em geral sobre a posse responsável de animais, essas entidades formam um conjunto cada vez maior de protetores de cães e gatos, entre outros bichos, mostrando que todas as formas de vida merecem respeito, atenção e o direito ao bem-estar.

Incentivando as denúncias contra maus-tratos e a adoção de pets abandonados, a sociedade protetora dos animais conta com representantes variados, incluindo desde associações antigas e especificamente criadas para proteger e promover o bem-estar animal até ONGs e pessoas que lutam ativamente pelos direitos dos bichos, ajudando tanto na divulgação de informações valiosas sobre o cuidado com exemplares de diferentes espécies quanto na elaboração de projetos especiais dedicados a um mundo menos injusto com a vida dos animais.

APAT 1

Embora a década de 1970 tenha sido uma das mais importantes no sentido de popularização da proteção dos direitos animais, esse assunto já é uma pauta mundial há bastante tempo, sendo que uma das associações mais conhecidas deste segmento (UIPA – União Internacional Protetora dos Animais) foi fundada em 1895, mostrando que a preocupação dos defensores dos bichos já é algo presente entre os seres humanos há mais de um século.

A APAT nasceu com essa preocupação, ela é uma Associação independente que visa à proteção dos animais da cidade de Tailândia. Animais em situação de emergência, maus tratos, perdidos ou abandonados. E não só isso, chamar a atenção da sociedade da importância desses animais para a companhia humano, tratamento de doenças, como são usados cães hoje em dia para elevar a alto-estima de crianças com doenças degenerativas, e cavalos com crianças de alguma necessidade especial.

APAT 3

“Hoje os pets estão entre nós e não dá para negar. Não podemos ter aquela visão que o cachorro só é “fofo” quando é pequeno e depois de adulto se torna um problema e é jogado na rua. Ninguém joga criança na rua assim. Precisamos ter a consciência de que os animas são importantes para a nossa saúde mental e espiritual”, desabafa um dos membros da APAT.

Cada Estado brasileiro, assim como a maioria dos municípios, conta com uma entidade específica para a proteção dos animais, recebendo denúncias e promovendo campanhas que ajudam os animais a conviver com mais saúde e dignidade, incluindo mutirões de adoção, vacinação e abaixo-assinados para a aprovação de leis que ajudem a garantir os direitos dos animais. Agora Tailândia tem a sua, vamos ajudar a construir esse sonho. Faça parte da APAT.

 

BOM DIA PARÁ - 05/07/2016 – Quadro: Meu Condomínio tem Solução fala sobre animas domésticos

http://g1.globo.com/pa/para/bom-dia-para/videos/t/edicoes/v/o-quadro-meu-condominio-tem-solucao-fala-sobre-de-problemas-com-animais-de-estimacao/5141931/

HORA 1 - 06/07/2016 - Cão labrador é treinado para missão especial: salvar vidas em praias de SC

http://g1.globo.com/hora1/noticia/2016/07/cao-labrador-e-treinado-para-missao-especial-salvar-vidas-em-praias-de-sc.html

 

 

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||