A Mídia e a Política em Tailândia

Publicado por Reinaldo Araujo em 13/08/2016 às 09h58

Momento oportuno do debate sobre ética e profissionalismo na imprensa

MÍDIA

A intervenção da mídia na política tem suscitado importantes questionamentos no nosso país. A liberdade de imprensa é uma conquista legítima e imprescindível a todo regime democrático de direito, cuja importância é inquestionável, entretanto, há que se observar a necessidade de impor limites. Isto porque o poder desta liberdade é muito grande, e, se for excedido, pode cercear a democracia e o respeito à população, dentre outros direitos. Desta forma, é necessário adotar critérios responsáveis na difusão de informações para que não se extrapole os limites constitucionais.

Muitas vezes a imprensa acaba por se encontrar numa “construção ideológica” alcançada por ataques constantes e muitas vezes infundados efetuados contra políticos, governantes, candidatos a cargos eletivos e a atuação do judiciário, com o objetivo de criar uma imagem negativa do agente público, associando-o invariavelmente à corrupção e à ineficiência. 

Essa construção ideológica é realizada ao mesmo tempo em que a grande mídia exerce o seu papel de noticiar os fatos, documentar, fiscalizar os poderes, denunciar abusos, e vai até ao ápice de criar boatos, versões, insinuações, entre outras modalidades de cerceamento do conhecimento. 

MÍDIA 2

Em Tailândia, com o crescimento da cidade, e a necessidade de ampliar os canais de informações no município possuímos um bem estruturado sistema de mídia. Temos a BMTV, que também é retransmissora da Rede Record, pioneira nas transmissões regionais, a TV Nazaré, canal vinculado a Diocese Católica, em seguida veio a Rádio Aliança FM, que caminha para os seus 2 anos com grande audiência popular, e por fim, a TV Guajará, que também possui uma programação regional, e retransmite o sinal da Rede Bandeirantes e RBA de Belém, sem falar de perfis opinativos no facebook, Instagram, Whatsapp, blogs e home pages.

Bom, os últimos acontecimentos (12/08) sobre a notícia veiculada por um canal de televisão da cidade, que falava do julgamento do TCM de um determinado candidato a prefeitura, criou-se uma polêmica pelas fontes usadas, até mesmo porque não é apenas um político envolvido com o Tribunal de Contas dos Municípios, o atual prefeito e candidato a reeleição também está com problemas.

Quanto a ouvir o outro lado, nenhum coordenador de campanha do candidato citado foi procurado para comentar a questão, nem mesmo o Cartório Eleitoral ou o Ministério Público foi entrevistado.

Essa questão gera um debate e uma preocupação de como está sendo gerido a forma de noticiar os fatos além de comprometer a ética profissional dos jornalistas envolvidos. E essa “carapuça” também cabe em mim, seu fiel blogueiro.

É o momento de se discutir profundamente essa questão, de forma desarmada, sem paixões ou partidos, pois o que está em jogo é a credibilidade do jornalismo investigativo, que zela pela verdade no município de Tailândia.

 

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||