Ex-prefeitos de Tailândia deverão responder à Justiça

Publicado por Reinaldo Araújo em 01/05/2019 às 14h47

Parece que a bruxa anda solta em relação a ex-prefeitos de Tailândia, no nordeste do Pará, e o negócio tá ficando feio para os maus gestores.

TAI

No dia em 09 de abril de 2019, o Tribunal Regional Federal (TRF da 1ª Região) 1ª Instância Subseção Judiciária de Tucuruí, publicou no Diário da Justiça Federal (DJF), a decisão de colocou em indisponibilidade os bens do ex-prefeito Ney da Saúde (Proc. nº 3151-92.2018.4.01.3907), que foi prefeito de Tailândia de 2012 a 2016.

Mais dois em apuros

Outro processo, segundo o Portal Tailândia, dois ex-prefeitos de Tailândia são multados por gastos em mais de 16 milhões. Gilberto Miguel Sufredini e Valdinei Afonso Palhares, ex-prefeitos de Tailândia, foram multados e tiveram as prestações de contas referente ao exercício de 2012 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM/PA).

Segundo o relator do processo (nº 1040012012-00), Conselheiro Luis Daniel Lavareda Reis Junior, os dois ordenadores de despesas gastaram mais de 16 milhões de reais em 2012, sem comprovação.

Sendo assim, em menos de um mês a Justiça já puniu três ex-prefeitos por irregularidades em obras e contas. Quem deve tem que pagar, e assim a verdade vai se revelando aos poucos.

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||