Fator 30% e Lava Jato atrapalham sonho de Hélder

Publicado por Reinaldo Araújo em 25/05/2018 às 07h57

Eleitorado espera o surgimento do “candidato alternativo”

he2

O eleitor do Estado do Pará, especificamente da Região Metropolitana, está esperando o surgimento do “candidato alternativo”, é o que os cientistas políticos Edir Veiga e Dornélio Silva concordam em entrevista ao Blog do Diógenes Brandão (http://diogenesbrandao.blogspot.com.br/).  

Essa conclusão já foi comentada por nós nesse Espaço Aberto, onde apesar do pré-candidato líder nas pesquisas ser Helder Barbalho, ainda pesa sobre ele o Fator 30%, os estilhaços da Operação Lava Jato em políticos paraenses, suas consequência e o próprio nome de seu pai, senador Jader Barbalho, que aparece envolvido em várias denuncias, ainda mais com autorização do STF de apuração de investigação da cúpula do MDB no Senado Federal.

É cedo para apostar em alguma coisa, mas acredito que se as expectativas da leitura estadual se configurar com a aceitação por parte do eleitorado de um “candidato alternativo” que possa enfrentar Hélder ao governo do Estado, nessa hipótese poderá haver 2º Turno. Mas a política no Pará, por enquanto está indefinida, com um campo aberto de quase 78% de eleitores que poderão fazer o que quiser com seus votos.

 

Fonte:

http://diogenesbrandao.blogspot.com.br/

 

 

Comentários

Carlos Boução em 25/05/2018 19:14:19
Essa é uma indicação que a pesquisa indica. No entanto, a realidade informa que serão estes candidatos. Passado as Convenções a realidade se imporá. Apesar destes números aferidos por estas pesquisas!

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||