Fim da reeleição pode interromper planos de Helder Barbalho

Publicado por Reinaldo Araújo em 18/05/2019 às 14h53

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 376, de 2009, apresentada em 17/06/2009, de autoria do deputado federal Ernandes Amorim (PTB-RO), estabelece a coincidência geral dos pleitos para todos os mandatos eletivos, aumenta de 8 para 10 anos o mandato de Senador, estabelece o mandato de 5 anos para todos os cargos eletivos e põe fim ao instituto da reeleição para os cargos do Poder Executivo

MAC3

Foto: Agência Brasil

Essa PEC entrou em pauta na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), no dia 06 de maio de 2019, na qual o relator, Dep. Valtemir Pereira (MDB-MT), deu em seu relatório à admissibilidade da matéria, que deve ir a plenário e votada a todo o vapor.

Porém, essa PEC, da forma que foi aprovada na CCJC, cria um problema sério aos projetos políticos de muitas oligarquias e para grupos políticos regionais, quando prevê a coincidência das eleições para todos os mandatos eletivos e acaba com a reeleição para os cargos executivos.

Que presente de aniversário governador Helder?

No Pará, o Clã Barbalho deve estar dando pulos, mas não de felicidade, logo no dia 18 de maio, quando o governador Helder Barbalho comemora 40 anos. Essa informação não foi o melhor presente que o governador do Estado recebeu, com certeza.

O governador Helder deve ter como planos no mínimo a sua reeleição em 2022, para o governo do Estado, e em 2026, poder assumir o legado da cadeira de senador da República após a aposentadoria de seu pai, Jader Barbalho, que hoje ocupa a vaga por 8 anos, tempo cronometrado para Helder desenvolver o resgate da Família Barbalho no Pará.

 

 

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||