“Beneficiar um lado, é bacana. Beneficiar o outro, aí não pode”

Publicado por Reinaldo Araújo em 07/07/2019 às 09h15

Segundo coluna do repórter da Folha de S. Paulo, Rubens Valente, no último dia 28, o presidente Jair Bolsonaro, em entrevista coletiva no Japão, revelou que teve acesso privilegiado a dados do inquérito referente aos laranjas do PSL

A21

O presidente Bolsonaro e o ministro Sérgio Moro – Foto: José Cruz/Agência Brasil

Os documentos foram compartilhados pelo ministro Sergio Moro.”Ele [Moro] mandou a cópia do que foi investigado pela Polícia Federal pra mim. Mandei um assessor meu ler porque eu não tive tempo de ler”.

Ainda na coletiva, o presidente disse ter determinado a Moro que, repassou à Polícia Federal, a recomendação de investigar todos os partidos. “Tem que valer para todo mundo, não ficar fazendo pressão em cima do PSL para tentar me atingir”.

Apesar da aparente normalidade dos fatos, vale lembrar que a investigação tramita sob segredo na 26ª Zona Eleitoral de Minas Gerais.

Como frisou o jornalista, as declarações de Bolsonaro contradizem o propósito do trabalho de uma instituição que trabalha para o Estado e não em nome de determinado governo. “Uma PF que não esteja à mercê dos rancores do presidente e do ministro de plantão. Um órgão que investigue fatos e não pessoas”, destacou Valente.

 

LEIA MAIS:

https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2019/07/06/estado-policial-moro-ja-fez-o-que-o-pt-nao-ousou-nem-para-tentar-se-salvar/

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||