O perfil do eleitorado de Tailândia para 2018

Publicado por Reinaldo Araújo em 11/07/2018 às 12h08

Eleitorado de Tailândia tem maioria masculina e passa a ter 47.134 eleitores 

PER1

Na última eleição ocorrida no município de Tailândia, em 2016, o eleitorado, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), era de 46.453 eleitores, sendo que no recadastramento eleitoral realizado no período até junho de 2018, esse número aumentou para 47.134, ou seja, houve um crescimento de 681 eleitores.

Em Tailândia, a maioria dos eleitores são do sexo masculino, somando 51,7%, e as mulheres 48,2%. Se relacionamos o grau de escolaridade entre os eleitores por sexo vamos verificar que 47,6% dos homens possuem o ensino fundamental completo, sendo esse índice maior entre as mulheres, 52,3%, que já concluíram o ensino fundamental.

PER2

Dados: TSE/2018

A questão social ainda limita as mulheres a se desenvolverem no estudo

Quando analisamos a situação daqueles que não concluíram o ensino fundamental, entre os homens, o índice é de 52,4% e das mulheres 47,5%, ou seja, as mulheres continuam na vantagem, mesmo assim essa leitura ainda demonstra que as mulheres deixam de estudar muito cedo por gravidez ou casamento precoce ou para ajudar no rendimento da casa.

No ensino médio as mulheres continuam na vantagem, 59,7% das eleitoras já concluíram o ensino médio, contra 40,2% dos homens. E no que tange ao ensino superior, 60% das mulheres eleitoras do município têm o ensino superior completo, contra 39,5% do eleitores os sexo masculino que terminaram a faculdade.

PER3

Dados: TSE/2018

Os dados do TSE também nos revelam o fator idade. Dos 47.134 eleitores aptos a votar em outubro, os eleitores com a faixa etária de 25 a 34 anos representam 26, 2% do eleitorado, seguido pelas idades entre 35 a 44 anos, com 22%, e os de 45 a 59 anos, com 18,1%.

Bom, esses eleitores definirão as opiniões sobre os candidatos e seus agentes de campanha que passarão a aparecer no município, pois essas três faixas etárias já conhecem o processo e os candidatos, de alguma forma estão conectados nas redes sociais e possuem experiências de outras políticas.

PER4

Dados: TSE/2018

Eleitores abandonados e esquecidos pelos governos estadual e federal

Isso, sem falar que muitos se sentem abandonados pelas políticas do governo do Estado, principalmente, relacionadas às políticas federais de geração de emprego, ou mesmo, pelo esquecimento do candidato ao cargo de deputado estadual ou federal, que só veio na cidade no tempo da eleição pegar o seu voto.

Pesquisa publicada em janeiro pela Revista Exame, a maior parte dos brasileiros sofrem de um mesmo mal depois das eleições: amnésia pós-pleito. Segundo sondagem da empresa de pesquisas Ideia Big Data, 79% dos eleitores do país não se lembram dos candidatos em que votaram para o Congresso Nacional ou Assembleias Legislativas, em 2014, e apenas 15% deles afirmam que acompanham o desempenho dos parlamentares que ajudaram a eleger.

O último pleito municipal teve 19,7% de abstenção

PER5

Outra questão: é importante alertar que no ano de 2016, na eleição para escolha do prefeito e vereadores no município de Tailândia, houve 9.140 abstenções, o que representa 19,7% de ausência no processo eleitoral daquele ano, o mais importante, pois trata de questões imediatas relacionadas aos problemas vivenciados pelo povo e pela cidade.

É importante ressaltar que o processo eleitoral nos municípios tendem a ser mais dinâmicos pela proximidade entre os cidadãos, onde se conversa francamente os problemas da cidade e o caráter dos políticos que aparecem do nada de quatro em quatro anos.

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||