O que esperar das convenções partidárias?

Publicado por Reinaldo Araújo em 04/08/2018 às 16h20

Convenções de “multidões”, suspense na escolha de vice e ajustes no marketing eleitoral dos candidatos majoritários

HELDER2

Numa conjuntura eleitoral em que Lula, preso a 120 dias, é o candidato oficial do PT à presidência da República, em que, por outro lado, a estratégia “Geraldo Alckmin”, busca se consolidar como o candidato das elites, abafando Bolsonaro e tentando polarizar com o candidato da centro esquerdas, os últimos dias das convenções partidárias que decidirão as disputas nos Estados e no Brasil pegam fogo.

No Pará, a convenção de Hélder Barbalho (MDB), no dia 04/08, sábado, se apresentará com o seu candidato a vice, Lúcio Vale, e o apoio de 14 partidos, onde apenas demarcará posição e fazer a festa das “multidões”, registrando o início da campanha eleitoral.

Já Márcio Miranda (DEM), que terá a convenção partidária no dia 05/08, domingo, mantem em suspense o nome de seu vice ou da sua vice, com uma visível (ou invisível) campanha nas redes sociais que fica a desejar. Nesse sentido, a situação não é pior pelo trabalho dos blogs e mídias alternativas, que citam o pré-candidato a toda hora, mas que os marqueteiros de Miranda deverão corrigir imediatamente, principalmente o perfil “doutor” de Márcio Miranda.

O eleitor não quer saber se Miranda foi doutor ou militar. O Povo quer um candidato que se identifique com ele e dê respostas aos problemas do desemprego, segurança e saúde.

Então o que se pode esperar é que a Campanha dos Smartsfones deve esquentar a partir do dia 16/08. Sem dúvida alguma as redes sociais deverão ter um papel importantíssimo no debate de ideias e propostas, além dos ataques pessoais. Os meios tradicionais deverão cumprir seu papel de todas as eleições, mas que terá que dividir seu palanque com os blogs, sites de notícias e muitos compartilhamentos.

Diante dessas questões pegamos emprestada a entrevista que o nosso colega Diógenes Brandão fez com o Dr. Edir Veiga, que é doutor mesmo, sou testemunha, sobre como o eleitor paraense vai decidir o voto nessas eleições, vejamos a entrevista.

 

Fonte:

http://diogenesbrandao.blogspot.com/

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||