O que Hélder perde com o descarte de Mário Couto?

Publicado por Reinaldo Araújo em 07/08/2018 às 15h16

Político que nasceu do PDS, passou pelo PMDB e PSDB ajudou na política de desmonte e falência do Estado do Pará.

HELDER4

Mário Couto teve quatro mandatos consecutivos de deputado estadual, de 1991-2007, iniciou sua vida política quando ingressou no Partido Democrático Social (PDS), pelo qual se elegeu deputado estadual no Pará. Mudou de partido duas vezes: para o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), em 1993, e para o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), em 1997.

Foi conduzido à presidência da ALEPA, para mandatos de dois anos, em 2003 e novamente em 2005.

Mário couto elegeu-se senador no pleito de outubro de 2006, pela legenda do PSDB. Na ocasião, recebeu quase 1,5 milhão de votos, que lhe renderam um mandato de oito anos.

Em 2012, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPE-PA) por supostos desvios de recursos da folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Pará, no período em que presidiu a mesma.

Negou as acusações e afirmou se tratar de vingança pessoal do promotor responsável pelo caso.

A volta dos mortos...

HELDER5

Hélder Barbalho ao descartar a candidatura de Mário Couto criou um problema sério de números. Até onde eu sei política se faz de somatórias e multiplicações e dessa vez a arrogância dos Barbalhos falou mais alto ao analisar que o ex-senador nada somava a sua campanha.

Com a sua atitude, pode ter se lascado ao ressuscitar um político que deu sua parcela ao descaso que vive o Estado do Pará.

Levando em consideração que Mário Couto nunca foi um fenômeno eleitoral, pois a média de votos obtidos nos quatro mandatos não superou o índice de 19 mil votos por eleição. Em 2006, quando o PSDB investiu em sua possibilidade de trazer votos, foi eleito senador com 1.456.587, sendo que em 2014, com mais uma tentativa de voltar para o senado, ficou em terceiro lugar atrás de Jefferson Lima, com parcos 624.401 votos.

Porém, o Marajó tem seus atrativos e belezas, e possui um eleitorado de 356.675, ou 66,86% dos habitantes do arquipélago, e Mário Couto voltando para seu ninho não vai medir esforços para derrotar Hélder, em sua praia.

Dados sobre os Município do Arquipélago do Marajó

Município

População

Eleitores

 

Afuá

37 778

24.079

 

Anajás

28 012

19.034

 

Bagre

29 065

13.642

 

Breves

99 080

62.719

 

Cachoeira do Arari

22 786

17.250

 

Chaves

22 821

12.360

 

Curralinho

32 881

20.334

 

Guruçá

32 049

30.324

 

Melgaço

26 642

15.903

 

Muaná

38 616

24.199

 

Ponta de Pedras

29 700

19.684

 

Portel

59 322

33.569

 

Salvaterra

22 740 

17.495

 

Santa Cruz do Arari

9 635

6.431

 

São João da Boa Vista

25 540

19.672

 

Soure

24 488

19.980

% Eleitores/Hab

TOTAL

533 397

356.675 (66,86)

(66,86)

 

Fonte:

http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/couto-mario

http://www.tse.jus.br/eleitor/estatisticas-de-eleitorado/consulta-por-municipio-zona

 

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||