Senado cria a CPI Mista da Fake News

Publicado por Reinaldo Araújo em 03/07/2019 às 18h19

Durante a sessão do Congresso Nacional nesta quarta-feira (3), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, leu o requerimento para a criação da Comissão Mista Parlamentar de Inquérito (CPMI) para investigar a veiculação de notícias falsas, conhecidas como fake news. Davi, que também preside o Congresso, já pediu que os líderes indicassem os nomes dos integrantes da comissão, que está sendo chamada de CPI Mista das Fake News

A6

Jefferson Rudy/Agência Senado

Conforme o requerimento, de iniciativa do deputado Alexandre Leite (DEM-SP), a comissão será composta por 15 senadores e 15 deputados, além de igual número de suplentes. A CPI mista terá 180 dias para investigar os ataques cibernéticos que atentam contra a democracia e o debate público, além da criação de perfis falsos para influenciar as eleições do ano passado.

Comissão de Inquérito pode ser pedra no sapato

Posso até me enganar ao achar que essa Comissão de Inquérito vai ser uma pedra no sapato de Bolsonaro. Com 180 dias para investigar, a CPI Mista só vai começar a trabalhar depois do recesso parlamentar e terá 6 meses para apurar todas as denúncias de disparos na Internet que atacaram o Haddad e o PT, favoreceram a candidatura de Bolsonaro e atingiram outros tantos candidatos ao executivo e ao parlamento nas eleições de 2018.

Concretamente essa CPI somente terá uma parecer definitivo de fevereiro a abril de 2020, quando vai pegar fogo os processos de convenções para candidatos a prefeito e vereadores nos município em todo o Brasil.

 

Fonte:

Agência Senado

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||