Visando concurso em Tailândia, projeto amplia vagas para cargos

Publicado por Reinaldo Araújo em 27/06/2019 às 15h11

A Câmara Municipal de Tailândia (CMT) aprovou nesta quinta-feira, dia 27/06, o Projeto de Lei nº 006/2019, proveniente do Poder Executivo,  que amplia as vagas dos cargos existentes no Quadro de Pessoal Permanente na Estrutura Administrativa da Prefeitura e extingue as vagas remanescentes criadas pelas Leis 192 e 193 de 16 de abril de 2007, para ajustar a nova realidade administrativa da Prefeitura de Tailândia

hoffmann1

Lauro Hoffmann - Presidente da CMT

Segundo a assessoria jurídica da prefeitura de Tailândia, quando se fala em Remanescentes, está se falando das vagas das Lei 192 e 193/2017 que não foram preenchidas nos concursos anteriores. “Então a medida legal de extinguir essas vagas está levando em consideração que elas podem ser criadas em outra lei, como está acontecendo agora”, explica Lauro Hoffmann, presidente da Câmara Municipal de Tailândia.

De acordo com a mensagem enviada pelo prefeito Macarrão junto com o projeto de lei, “O presente Projeto de Lei tem como objetivo readequar o Quadro de Pessoal Permanente da Administração Municipal para atender a nova realidade da demanda dos serviços públicos aos munícipes de Tailândia”, afirma a nota do prefeito.

“No âmbito do Quadro de Pessoal Permanente, o presente projeto de lei cria vagas para diversos cargos da estrutura administrativa do Município, principalmente na área da educação e da saúde, haja vista existirem grande demanda dessas áreas para atender os munícipes”, detalha a mensagem.

O vereador Lauro Hoffmann enfatizou várias vezes durante a sessão da CMT que o que estaria acontecendo era “à readequação e ampliação das vagas para o concurso público que a gestão do prefeito Macarrão vem se empenhando em realizar ainda esse ano”, declarou o presidente da Câmara.

O objetivo é abrir mais vagas. Entenda...

Segundo a mensagem do prefeito, “Na área da educação, como exemplo, temos o cargo de professor de ensino fundamental – anos inicias (1º ao 5º ano), no qual tem a necessidade de ampliação de 71 (setenta e uma) vagas para atender a demanda da zona urbana, e 31 (trinta e uma) vagas para atender a demanda da zona rural”, explica.

Na área da saúde, “os cargos permanentes que terão o número de vagas ampliados conforme a necessidade de cada, são os de agente comunitário de saúde que possui necessidade de 130 (cento e trinta) novas vagas, auxiliar de saúde bucal que possui necessidade de 07 (sete) novas vagas, enfermeiro clínico 40h com necessidade de 06 (seis) novas vagas e farmacêutico com necessidade de ampliação de 01 (uma) vaga”, diz a mensagem do prefeito Macarrão.

O projeto de lei aprovado não vai mexer com quem já está no sistema

Quem está no sistema como concursado não vai sofrer nenhum problema. Os níveis de carreira serão os mesmos, bem como não serão mexidos nos salários. Não há nenhum impacto trabalhista ou social. Não existe lei que retroceda para prejudicar direito adquirido

Enviar comentário

voltar para Home

left show fwB tsN b01s bsd|left tsN fwB|left show fwB tsN|bnull|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||